CRO-RS lança posição de repúdio contra novos cursos de Odontologia

0

O CRO-RS lançou uma posição de repúdio contra a abertura de novos cursos de Odontologia, veja o texto:

POSIÇÃO DE REPÚDIO

O CRO/RS volta a tensionar o Ministério da Educação no sentido de não autorizar a abertura de novas faculdades de Odontologia no Estado.

Com já foi manifestado, o Conselho ratifica sua posição contrária à criação de novos Cursos, uma vez que seu entendimento é de que não são necessárias novas faculdades. Imprescindível é a implementação de novas políticas públicas de atenção à saúde bucal para população.

Realidade do mercado:
A abertura de novos cursos não resultará um maior acesso da população aos profissionais de Odontologia, visto que o Brasil, hoje, é o país com maior número de dentistas e de cursos de odontologia do mundo. O número de cirurgiões-dentistas no Estado é muito maior do que o preconizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O crescimento excessivo no número de novos cursos de graduação se dá, essencialmente no setor privado e em regiões onda inexiste carência de profissionais, o que revela o aspecto mercantilista da intenção.

Números & dados para reflexão:
# Rio Grande do Sul dispõe de 16.450 cirurgiões-dentistas, o equivalente a 147 profissionais por 100 mil habitantes. Comparando esse número com levantamento feito em 30 países ricos pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Estado teria mais profissionais do que o líder do ranking, a Grécia, com 127 dentistas por 100 mil pessoas.

# Em 25 anos, nove novos cursos no Estado.

# Os CDs em atuação hoje no Estado representam um profissional para cada 681 habitantes, levando-se em conta a estimativa de população de 2014.

# A população continua com cárie na boca, com prótese por fazer, com dente para extrair. O acesso está longe da plenitude.

# 36% dos dentistas gaúchos estão na Capital, que concentra apenas 13% da população.

fonte: CRO-RS no Facebook