Implante dentário barato é bom?

Olá meus amigos e caros colegas.

A pedido de meu grande amigo JV, escrevo estas linhas sobre um assunto que sempre dá muito pano pra manga: IMPLANTES DENTÁRIOS.

Qual o melhor implante dentário? Qual a melhor marca? 

Cada colega que trabalha com implantes, sempre vai ter uma marca “preferida”, quer por facilidade de trabalho, soluções para seus pacientes, custo do implante e até pelo sorriso da(o) representante comercial. É mais ou menos como torcer por um time, ou ter uma religião ou partido político, nunca se consegue chegar a uma unanimidade sobre qual o melhor. No entanto, para concretizar este convite de meu amigo JV, sei que vou ferir suscetibilidades, mas tentarei primar pela evidência científica.

Bem, infelizmente alguns de nós ainda se deixam guiar pelo preço dos implantes, escolhendo os implantes mais baratos para trabalhar, o que, na minha opinião é um erro crasso.

Existem “N” marcas de implantes dentários no mercado mundial, portanto peço desculpas aos colegas pelo meu esquecimento ou mesmo ignorância relativamente a alguma marca.

Bem, sem sombra de dúvidas, os melhores, mais utilizados e mais  documentados implantes dentários no mundo, aqueles que seriam os potenciais candidatos ao título de campeão são estes quatro:

NOBEL BIOCARE, STRAUMANN, 3I E ASTRA-TECH.

São, segundo o prof. dr. T. Albrektsson, os que tem melhores superfícies para osteointegração  e melhores aditamentos e soluções protéticas.

Cada um deles tem a sua superfície com TM (trademark) e não podem (por enquanto) ser copiados.

Nobel: TiUnite
Straumann:SLA, SLActive (na minha opinião a melhor)
3I : Osseotite
AstraTech: Osseospeed, Tioblast.

Depois destes implantes de primeira linha, seguem aqueles que são considerados os “normais” ou “ordinários”. São todos os implantes que usam superfície conseguida com “etching” e “jato de areia”. Não quer dizer que não prestem ou não funcionem, apenas não tem nada de novo no que tange ao período de cicatrização e possibilidade de função imediata, sendo ainda assim seguras.

Existem várias marcas como MIS, Bicon, Defcon, Ankylos, Mozograu, BioHorizons, Paragon, Ace, etc e as brasileiras Neodent, Conexão, Titaniumfix, Sin,Dentoflex, etc. A mais comercializada marca de implantes brasileira é, sem sombra de dúvidas, a Neodent.

No entanto, fica aqui a minha crítica à Neodent: deixem de copiar a Nobel. Façam algo inédito e de verdadeira eficácia comprovada para o mundo!

Ainda esta semana, abri uma revista (Maxilaris) e, ao folhear tal edição, vi uma página inteira de propaganda com implantes, e pensei: “ a Nobel está mostrando toda a linha de implantes numa propaganda? A coisa deve mesmo estar feia…”, quando notei que não era da Nobel, e sim da Neodent a propaganda…  Cópias dos implantes Branemark, Speed (aquele, daquele que se diz o maior do mundo…esse mesmo, o metido do Paulo Maló), e, pior que tudo: cópia do Active!! Já não chegava ter que aguentar “NEOGUIDE”? Realmente, fica feio para o Brasil…ou será que vamos ficar felizes por sermos chamados de “chineses da América do Sul”?

Eu sei que aqui acabei de comprar briga com muita gente, mas cone morse não é nenhuma novidade, a Friadent já usa há mais de 20 anos!

No entanto, os aditamentos da Neodent são tão bons quanto os das melhores marcas do mundo, e, na minha opinião, muito superiores aos restantes competidores nacionais.

Outra situação que é muito normal:  dizer ao paciente: “não feche negócio com ninguém antes de falar comigo, que eu cubro qualquer orçamento”… Isso é triste. É, até certo ponto, ridículo! Quem é que vai confiar num dentista que se comporta como um mecânico de beira de estrada? Com todo o respeito aos mecânicos de beira de estrada…

Bem, para finalizar, quero apenas deixar uma frase, que todo mundo conhece: ama ao próximo como a ti mesmo. Para nós quer dizer: faça ao seu paciente aquilo que faria se fosse você no lugar dele!

Não trabalhe com implantes baratos e de má qualidade apenas para incrementar seu lucro, ou para poder fazer milhares de implantes por mês. Faça  o orçamento baseado na dificuldade do caso.

Será bom para você e para seu paciente.

E  é disso que depende o seu sucesso: a satisfação do seu paciente!

Grande abraço a todos, e nos vemos por aqui!

Alberto Santos Dummont



Alberto Santos Dummont é cirurgião dentista especialista em implantodontia pela Universidade de  Gotemburgo e um dos maiores especialistas mundias em endodontia e implantes dentários.

35 comentários

  1. >JV e Alberto,
    Meus caros,

    Sobre os implantes baratos vale uma reflexão que me foi feita por Bern Smith, físico da Kavo quanto esteve no Brasil em 2001.
    O indivíduo sempre pode comprar alguma mais barata e um pouco pior. O exemplo que ele me deu é muito claro e ilustra bem a situação de preço dos mais variados produtos por nós usados.
    Ele me explicou por que a diferença tão grande do preço e da qualidade das peças de mão da Kavo fabricadas na Alemanha e das fabricadas no Brasil. Segundo Smith, o aço, o embuchamento, as esferas e a cabibragem do equipamento sempre diferem bem como as amostras do controle de qualidade. Não dá para usar o que há de top e ter um preço competitivo no Brasil, por esse motivo o uso de insumos mais baratos, análise de amostras menores e precisão do controle da aferição dos equipamentos.
    Em tempo, não estou dizendo que a Kavo do Brasil seja ruim, mas a eropéia é bem melhor.
    Explico, insumos tem um custo, controle de qualidade tem um custo e toma tempo e o controle da aferição e precisão dos equipamentos de usinagem tem um custo e toma tempo.
    Acho que isso pode ser extrapolado para quase tudo, desde implante a brocas e até ao material de consumo.
    Na verdade eu quero acreditar que o implantodontista não quer queimar sua imagem e se arriscar a ser processado pelo uso de implantes sem garantia de procedência.
    Grato,
    Carlos Daher – CD

  2. >Parabens pelo texto!Entretanto é oportuno lembrar que a própria Nobel, copiou e copia, uma série de sucessos alheios, uma estratégia a lá Microsoft, e está não e a unica celeuma, sem trocadilhos, Irmãos Write e Santos Dummont, concordam acerca da paternidade da aviação, tanto quanto Schoroeder(Strauman), Wilson(Bicon), e o patenteador Branemark(Nobel), porem a maré no meu entender, trouxe a tona, algo que estava a muito escondido em gavetas, o implant retrievel, que juntamente com os implantes de Zirconio, prometem revolucionar, novamente a Odontologia.

  3. Alberto Santos Dummont

    >Wami.
    Obrigado pelo comentário, mas quero rectificar duas coisinhas:
    1- a Nobel nao copia implantes, pois como é a maior em vendas no mundo, COMPRA as patentes ou empresas, como por exemplo no caso do implante ACTIVE , que o diga o prof. Dr. Nitzan Bichacho, que quando desenvolveu o implante o comercializou pelo nome AlphaBio. Portanto, comprar uma ideia nao é copiar uma idéia. Mesmo P. I. Branemark vive ate hoje com os royalties que lhe paga a Nobel. Era isso que eu queria que a Neodent fizesse.

    2- Zirconio isso, zirconio aquilo. Muito se fala em zirconio, mas pouco se sabe. O que sabemos muito bem é que a liga de zirconio é muito dura, tanto que "amassa" o titanio na conexao com o implante, é biocompatível, porém é cara! E nao existe em abundância na natureza, tanto é que o sector de pesquisa das grandes empresas est?o testando neste exacto momento materiais alternativos, como por exemplo uma liga de CRISTAL! A ver vamos!

    Obrigado, e grande abraço!

    Alberto Santos Dummont

    • OLIVIO CARVALHO GIRELLI

      Amigo, essa é boa, seu critério para classificar um sistema de implantes é se ele incorpora alguma novidade? Se você disse issso você está me parecendo mais um bobão da odontologia do que verdadeiramente um implantodontista.
      Implantodontia não é desfile de moda, não é uma coisa que segue a tedência do verão ou do inverno. Se você tem um tipo de desenho, superficie ou técnica que seja cientificamente comprovado e consagrado é “óbvio” que eu e qualquer “Implantodontista ” , e aqui destaco a palavra “Implantodontista” não exitará em adotá-lo na sua clínica diaria.
      Se as empresas nacionais ou internacionais repetem e imitam um desenho, sistema ou tipo de superfície, desde que devidamente autorizado pelo dono da patente é claro, isso sim significa segurança, qualidade e confiança em algo que vá funcionar adequadamente para o “paciente”.
      Mas eu acredito que você não pretendia se expressar dessa maneira, senão eu vou te aconselhar a entrar para o mundo da moda, pois lá poderá dar vazão à sua ânsia por tendências sazonais e passageiras.
      Enfim, existe algum sistema de implantes, ou filososfia, ou técnica em que você realmente acredite, ou melhor, que você realmente conheça e tenha estatística e casuística para mostrar?
      Se tiver amigo, divida sua experiência com a gente. Não fique procurando pelo ultimo lançamento do verão de 2011, pois logo o verão acaba e vem o outono, inverno, primavera e verão 2012. Dai você vai ficar por dentro das “tendências” mas infelizmente longe da “ciência”.
      Um abraço fraterno.
      GIRELLI

      • Alberto Santos Dummont

        Meu caro crítico de moda Girelli.

        Implantes Nobel Biocare, Straumann, 3I e Astra não são novidades, muito menos moda sazonal.

        MODA? Será que você usa algum destes em exclusividade? Acho que não. Se usasse, talvez tivesse entendido meus comentários.

        Qualquer IMPLANTODONTISTA sério tem que ter pelo menos curiosidade de saber o que acontece no MUNDO e não só até a esquina mais próxima, tem por OBRIGAÇÃO saber o que a Indústria está pesquisando para poder melhorar, facilitar e simplificar REABILITAÇÕES ORAIS!

        Tal OBRIGAÇÃO (na minha opinião) é interpretada por você como “desfile de moda outono/inverno”…

        Eu, IMPLANTOLOGISTA, dependo das pesquisas da indústria, pois não estou trancado numa sala de um laboratório fazendo pesquisa, testes e relatórios. Também não acredito em testes e relatórios da indústria que não tenham reviews feitos por destacados nomes da implantologia mundial, por isso assino, sou inscrito e PAGO para ter acesso ao JOMI, ITI, EAO, SEPA, SEOMI e etc.

        Não só PAGO para ter acesso, como leio, discuto e dou minha opinião. E lá não me consideram um “bobão da odontologia”.

        Eu PAGO PARA A INDÚSTRIA para ter acesso a isso, e assim proporcionar o MELHOR para meus pacientes, pois eles também pagam caro pelo meu conhecimento. EU estou em aprendizado contínuo, e continuo a pagar para aprender! Eu não vendo implantes. Eu vendo reabilitações.

        É claro que sempre vão aparecer Chico-espertos que vão querer lucrar com O TRABALHO DOS OUTROS, COPIANDO (é sempre mais fácil copiar, não é?).

        Se você realmente é o que pensa ser, ou seja, um IMPLANTOLOGISTA , deveria saber que tudo o que está escrito por mim corresponde à atualidade e evidência científica do cenário MUNDIAL (não só ou apenas o cenário brasileiro), mesmo indo contra as suas crenças e convicções.

        Quer saber o que eu uso e se funciona?
        Sem problemas, terei o maior prazer. Pode se increver no próximo curso, onde vai poder ver toda a minha casuística de 14 anos dedicados à implantologia e reabilitação oral em exclusivo ou os 30 anos de experiência em implantologia do nosso mestre Carlos Aparício, ou os 50 anos de dedicação à implantologia do nosso patrono Thomas Albrektsson, além de descobrir o sistema que atualmente uso e de tabela, verificar que tudo que faço está baseado na EVIDÊNCIA CIENTÍFICA, e não na campanha de vendas de fábricas de parafusos onde você compra 100 e eles te oferecem de brinde mais 300. Tem duração de 10 meses, e custa €12 000,00. Mas os almoços de trabalho estão incluidos no preço.

        Ah, ia me esquecendo… Tenho contacto direto com a Nobel Biocare(R. Glauser, T Jemt P Maló e etc), e posso lhe assegurar que, como detentora da patente do implante Active, a Nobel não emprestou, alugou, vendeu e muito menos DEU autorização para seu implante ser copiado.

        Mas embora eu não seja o dono da verdade, eu sou um IMPLANTOLOGISTA.

        Porém, garanto-lhe uma coisa: eu COMPRO meus DVDs e CDs em lojas, (não 5 por 10,00 no camelô da esquina), pago tv a cabo ( não faço “gambiarra”). Sabe porque? Por que eu não concordo com a idéia de alguém lucrar COM O TRABALHO QUE EU FAÇO! Portanto, não faço isso com o trabalho dos outros.

        PORQUE ENTÃO DEVERIA EU, PARABENIZAR QUEM COPIA O TRABALHO DOS OUTROS, E DEPOIS VENDE POR MENOS DA METADE DO PREÇO? DIREITOS AUTORAIS DEVIAM SER LEVADOS A SÉRIO.

        Se tudo isso é ser “um bobão da odontologia”, então pode me chamar “bobão da odontologia”.

        EU APENAS DEFENDO A MINHA OPINIÃO, pois quem paga o meu trabalho, é o meu paciente. A este eu devo explicações e resultados. Unicamente a este.

        E se eu sou um “bobão da odontologia”, qual será a sua qualificação/classificação?

        Chico-esperto?

        Fica bem, e um retorno do abraço fraterno.

        Alberto Santos Dummnot

        • OLIVIO CARVALHO GIRELLI

          Excelente resposta “implantologista”. É sinal que você pratica algo parecido com a ciência. Gostei de ver que citou nomes de pesquisadores consagrados, isso vale pontos para você… realmente gostei.
          “PORQUE ENTÃO DEVERIA EU, PARABENIZAR QUEM COPIA O TRABALHO DOS OUTROS, E DEPOIS VENDE POR MENOS DA METADE DO PREÇO? DIREITOS AUTORAIS DEVIAM SER LEVADOS A SÉRIO. ”
          Tomei a liberdade de copiar essa frase do seu texto para lhe perguntar uma coisa: você só usa carro da Ford? Pois deveria, foi o camarada que inventou a produção de automóveis em escala, o resto deve ser cópia barata dele.
          Você só usa o implante Branemark original? Pois deveria, afinal, ele é o cara… o resto, bem, o resto deve ser, no seu conceito, imitação barata do próprio.
          Amigo, se você tem uma empresa que te financia, e todos que se dizem professores e donos de cursos tem, seja claro. Não será demérito algum para você.
          Achei interessante o seu apego pelos termos “eu pago por isso” “eu pago para fazer parte daquilo”, interessante.
          Você tb dá um valor muito grande ao preço do seu curso, bacana! Em Euros? Uau!
          Mas me diga amigo, me diga de verdade, e acho que não se justifica eu pagar 12 mil euros só para isso, qual o sistema que você usa?????
          É simples, deve ser uma marca registrada e de conhecimento público, ou é algo obscuro e você tem medo em dizer?
          Em relação à moda, você entendeu direitinho o meu recado. Sua resposta evidencia bem isso. Gostei de ver.
          Caro “implantologista”, praticamos odontologia a muito tempo, como o nobre colega também, conhecemos muita gente, como o nobre colega também, e por isso fico bem confortável em dizer: seja honesto filho, defenda uma filosofia de trabalho, um sistema que lhe proporcione segurança e resolução protética confiável. Não fique tão ansioso quanto a valores, mas tenha certeza, geralmente os melhores são um pouco mais caros. Porém eu sei que o senhor sabe, e muita gente sabe, pois não é segredo nenhum, que os implantes da Strauman são de qualidade inestmável no nosso meio, diria até que são como um Rolls Royce dos implantes.
          Mas o senhor sabe, e disso eu tenho certeza, que alguns implantes da referida empresa são uma piada no que diz respeito ao tamanho da plataforma e ao comprimento do colar cervical polido…. e consequêntemente acredito que não devemos usa-los. Mas disso o nobre colega sabe, quem sou eu para te ensinar uma coisa dessas. Isso não quer dizer, oh não, que a Straumann não seja a melhor. Pois ela é sim! Quem me derá só usar seus produtos.
          Só comentei isso , nobre colega que ministra cursos, para dizer que eu e você devamos estar atentos às evidências, à casuística, à experiência de outros colegas, à experiencia de outros pesquisadores.
          Aliás, quanto ao nome do nobre colega, é seu nome de batismo? É um belo nome e com uma carga de responsabilidade enorme, não acha? Parabéns.

          • Alberto Santos Dummont

            Caríssimo colega crítico de moda.

            Embora não venha ao caso, só para o exmo colega não roer as unhas de curiosidade, posso lhe dizer, sem problemas nenhuns, que uso Nobel Biocare. Hexágono externo. O mais pesquisado, copiado, estudado e velho implante que existe. De paredes paralelas. Reabilitação com sistema Procera. Pronto. Já não precisa roer as unhas de curiosidade.

            Cobrar em euros é muito comum onde estou, pois é a moeda corrente. Mas não se sinta ultrajado por eu dizer que pago. Estou usufruindo de um serviço, portanto devo pagar por ele!! Eu não quero ser mais do que niguém, e como ja disse anteriormente, se o digníssimo e honorável colega prestou atenção, só devo explicações aos meu pacientes.

            E estou aqui fazendo exatamente aquilo que o honorável colega pediu: defendo minha filosofia de trabalho.

            No mais, perece-me muita ingenuidade da parte do honorável colega achar que H FORD, Branemark e etc não receberam pelos seus direitos de autor. Aliás, a sua perspicácia me desilude, pois não notou que no tal comentário tão criticado por vsa exma eu disse que o P I Branemark vive recebendo até hoje direitos de autor.

            Não deveria ficar apenas na vontade, caríssimo colega. Deveria usar apenas Straumann se realmente acha que é o melhor.

            Por que não usa? Não me vá dizer que é por causa do preço! Principalmente após tão dura crítica por se falar em pagar e valores…

            E para comprovar que o admirável colega dá uma batida no cravo e outra na ferradura, primeiro me criticou e chamou de “bobão da odontologia” e me mandou ir atrás das críticas de moda…Por que eu disse que uma empresa deveria se preocupar em DESENVOLVER ALGO NOVO E ÚTIL NA ÁREA DOS IMPLANTES, E NÃO APENAS COPIAR AS PESQUISAS DOS OUTROS, depois vem me perguntar se eu uso carro Ford, por que ele é o original. Onde está o nexo? Primeiro me execra e me torna num fanático da moda por eu reclamar da falta de DESENVOLVIMENTO por parte de uma empresa. Depois quer que eu use apenas carros Ford (até são bem bons!)…
            O honorável colega é bipolar? Ou apenas distraído?
            Não, não uso Ford. Tenho uma moto 50cc, daquelas vespinhas mesmo! Ta bom pra você?

            E o dizer que eu pago para isso, e pago para aquilo, é para dar uma sugestão ao caríssimo colega para fazer o mesmo. E não se sentir mau por achar que está copiando alguém sem lhe pagar os direitos de autor, e, já que fala tanto em CIÊNCIA, chegar mais perto dela. É o melhor meio…

            Continue com as boas críticas de moda. Por mim esta conversa está finalizada.

            Novo abraço fraterno para você.

            Fica bem.
            P.s. Meu nome é realmente esse. Com muito orgulho.

        • olivio girelli

          Parabéns nobre colega, enfim se mostra verdadeiro. Me orgulho de sua postura, um pouco tardia porém enfim aberta aos colegas: “uso Nobel Biocare. Hexágono externo. O mais pesquisado, copiado, estudado e velho implante que existe.”
          Perfeito, parabéns, excelente escolha.
          Agora deixa de ser débil mental e para de distorcer as coisas. ok? Esqueça valores finaceiros, isso é coisa de medíocre. Esqueça. Tá bom?
          Você trabalha em portugal? Parabéns!
          Você dá curso? Parbéns!
          Você anda de moto 50cc, que legal! Aqui tá muito difícil por que o trânsito é caótico e ninguém respeita, fica perigoso. A Europa é adimirável nesse ponto.
          Mas pare de bancar o débil mental, seja um pouco menos agressivo.
          Defenda a Nobel, use Nobel, mas seja honesto… só isso, seja “honesto”.
          Se esse é seu nome verdadeiro, muito bom, bom mesmo.
          Agora, seja mais homem e defenda a empresa que te patrocina, é pra isso que eles te pagam né?
          Seja feliz.

        • olivio girelli

          Pera ai… eu acho que dei uma vacilada agora: “posso lhe dizer, sem problemas nenhuns, que uso Nobel Biocare. Hexágono externo. O mais pesquisado, copiado, estudado e velho implante que existe.”
          Como é que é? Só hexágono externo???
          “De paredes paralelas. Reabilitação com sistema Procera. ”
          Só cilíndrico? Ah meu caro, esquece tudo, para tudo…. Já entendi por que você está em Portugal.
          Essa é boa, o camarada só usa hexágono externo e cilíndrico para todos os casos!!! E eu perdendo tempo com um “Santos Dumond” de araque desses.
          Passar bem figura, e deus proteja os patrícios… Papo encerrado.
          (Essa é boa. hahahahahahaha, e ainda vem falar de novas descobertas… e dá curso? Meu deus.)

          • Alberto Santos Dummont

            Meu caríssimo colega, o seu último comentário realmente elucidou-me.

            Perder tempo com um ignorante como você, não dá. Eu não perco mesmo mais meu tempo.

  4. >Viajei no post do Alberto Santos Dummot!

    É isso!
    O melhor marketing para sua clínica ou consultório não é o preço mais barato ou esta ou aquela marca de implantes dentários; e sim, a qualidade. Sempre!

    Parabéns para o JV que sempre está trazendo convidados de qualidade para o blog.
    Abraços!

  5. >Texto muito interessante. Eu, que não sou da área, não sabia que a linha da Neodent era cópia sem autorização. Talvez esse seja o passo que falta para a empresa crescer ainda mais e conseguir reconhecimento maior. É algo para eles repensarem mesmo…

  6. >Excelente o texto do colega.
    Gostaria apenas de lembrar que, mais do que a marca ou o valor pago pelo implante, componentes protéticos e prótese, o que há de mais valia é o conhecimento prático e teórico do profissional. E que, de nada adianta utilizar o implante MAIS CARO DA GALÁXIA, se o colega não planeja (e, consequentemente, não executa) o caso de maneira correta.
    O ótimo profissional é aquele que consegue realizar de forma excelente uma reabilitação com qualquer implante, seja ele HE, HI, cone morse, com ou sem tratamento de superfície. O titânio comercial, utilizado (e aprovado pela ANVISA c/ todos os ISO's exigidos para isso) osseointegra SIM, haja visto Branemark, que preconizou durante tantos e tantos anos (a talvez ainda os prefira) implantes HE sem superfície tratada…
    Os implantes "baratos" servem, a meu ver, para reabilitar pacientes de baixa renda. Lógico que não devemos vender gato por lebre e, ao orçar um tratamento mais econômico, explicar ao paciente que ele não está comprando o que há de mais moderno em implantodontia. Bom senso e honestidade SEMPRE! Assim, na minha opinião, não há como errar.
    Vários beijos pra vcs!

  7. >Implantes baratos?…..sei que existem implantes ainda comercializados no Brasil de grau 3 de dureza do titânio o que é muito mole e deforma hexágonos etc. Fora isso, todos os top nacionais (conexão, neodent, sin etc são dureza grau4 assim como os importados. A única coisa que pode-se dizer que um Straumann é melhor é no que tange ao tempo de osteointegração reduzido, mas depois de osteointegrado é tudo igual

  8. Rafael de Oliveira

    >Interessante artigo.
    Senti um certo rancor pela Neodent.

    Existe algum motivo em especial?

    Como disse o Rubens, depois de osteointegrado, é tudo igual.

    A qualidade da usinagem, controle de qualidade e resolução protética dos implantes Neodent não deixam nenhum dentista na mão.

    Artigo tendencioso mas interessante, como já disse.

    • OLIVIO CARVALHO GIRELLI

      Claro que existe! todo mundo que dá curso é ligado a alguma empresa…. e tem que vender o produto dela. Não se iluda.

      • Alberto Santos Dummont

        Caríssimos colegas, não se enganem.

        O honorável colega já sabe qual a marca que uso. Se fosse do jeito que está falando, ao escrever no artigo que meu querido amigo J.V. me convidou a fazer que acho as superfícies Sla e Slactive as melhores do mercado, então eu estaria sumariamente despedido.

        Mas eu não estou no Brasil, portanto não pense que aqui onde estou as coisas funcionam da mesma maneira.

        NÃO TENHO NADA CONTRA A NEODENT, volto a firmar. Apenas esperava um pouquinho mais dessa empresa.

        Fiquem bem.

  9. >Agradeço os posts do Rubens e Rafael, mas discordo quando dizem que depois que o implante osseointegra é tudo igual.

    Seria sim, se não houvesse a PRÓTESE!

    Conforme lembrado pela GATTH3, qualquer tipo de titânio osseointegra!

    Segundo o Dr Franck Renouard, 99% das complicações aparecem depois da osseointegração, por falha humana.

    Ex: um colega tem um implante osseointegrado há mais de 3 anos em uma simpática senhora. Foi instalado neste implante um pilar fundido e a corôa foi cimentada.

    Justo no dia do casamento da única filha desta simpática senhora, sábado à noite, eis que o parafuso desaperta! Um problema comum! Mas pode ter certeza que o dentista acabou de perder mais ou menos 50 potenciais clientes, pois a senhora simpática não ficou tão simpática nesta hora…

    Culpa de quem? do parafuso?

    Todos os parafusos podem perder o aperto! Mas por que será que nas melhores marcas isso acontece menos? Por causa das soluções protéticas! Nenhuma das que citei vende "calcináveis", pois sabem dos problemas que podem ocorrer!

    Toda imperfeição da fundição vai interferir na longevidade e previsibilidade do tratamento com implantes (micro-movimentos, GAP, espaço biológico e o escambau!).

    No que toca a Neodent, não tenho nenhuma mágoa ou rancor com a empresa! Como afirmei antes, tem ótimos aditamentos protéticos.

    Meu sentimento para com a Neodent é mais ou menos como para com a seleção do DUNGA… podia ter feito melhor.

    Mas tenho que admitir que, para um dentista que iniciou fazendo componentes para colegas num torno no fundo do quintal (como o próprio já admitiu), o Dr Geninho Tomé chegou bem longe.

    No entanto, há valores que são absolutos. Um real é um real, e uma cópia é uma cópia. Por mais ufanista que eu queira ser, isso não muda. E na grande maioria das vezes as cópias são bem piores que o original…

    Agora faço eu uma pergunta: aparece no consultório dos colegas um paciente com "protocolo" (conceito que já caiu por terra até na terra do Prof Branemark…. mas isso é para outro tópico!) inferior com 5 implantes entre mentonianos, implantes Neodent Cone Morse otimamente colocados e oseeointegrados, tudo perfeito.

    Eis que o paciente diz: "Dr, meu primo fez uma prótese dessa nos Estados Unidos, só que ele disse que a base é em titânio também, e eu fui olhar na internet e vi que tem umas próteses feitas num tal sistema CAD-CAM que são melhores para os implantes, isso segundo os maiores especialistas do mundo… Dá pra me fazer uma dessas?"

    Qual seria a resposta? Deixa isso pra lá por que é muito caro? Na internet todo mundo escreve o que quer e isso não é assim tão verdade? Meu protético é craque e faz melhor que esse tal de CAD-CAM? Ou diria então: desculpe, mas o sistema de implantes que uso não me permite fazer isso ainda…. mas implante é tudo igual, então não se preocupe!

    Pois é meus caros. A Neodent (e Sin, Titaniumfix, etc) tem tudo para standarts, mas quando individualizado, infelizmente não está lá. Para mim isso é deixar na mão.

    Seria como tentar explicar por que nos USA e Europa os airbags nos automóveis são obrigatórios, e no Brasil ainda continuam sendo um opcional…Afinal, só servem para a segurança, não é? Igual aos CAD-CAM sobre implantes, servem apenas para segurança…

    Eu já disse isso ao representante da Neodent aqui em Portugal, e ele simplesmente encolheu os ombros e foi vender seu peixe para outro lado. Essa é a idéia que tenho da Neodent: vender. Também o Carlos Araújo de Baurú veio cá a Lisboa e eu lhe interpelei sobre os implantes que representa, e ele se esquivou e disse que me mandava os estudos por e-mail… Depois de 9 tentativas sem resposta nenhuma, desisti.

    Quanto à tendência reclamada pelo Rafael, como afirmei no início do artigo, ia ferir suscetibilidades com certeza, mas ia primar pela evidência científica. E nem o Galvão Bueno poderá mudar os fatos: as melhores marcas são as que mais garantias e soluções dão para seus implantes. E já foram citadas anteriormente. ;)

    Abraços.

    Alberto Santos Dummont

  10. Sandra blitzkow@hotmail.com

    >Porque criticar tanto uma empresa que se preocupa tanto com a qualidade dos produtos sou funcionaria da Area da qualidade achei que vc não deveria falar isso

    • Alberto Santos Dummont

      Sandra

      Nunca disse que tal empresa não se preocupa com a qualidade.

      Longe disso! Afirmei várias vezes que tem boa qualidade.

      Apenas afirmei que, contra a propaganda que fazem, não apresentam nenhuma novidade.

      E isso é incontestável!

      Parabéns por trabalhar na melhor empresa do ramo brasileira!

      Abraços.

      Alberto Santos Dummnot

      • João Batista Santos

        Esse Santos Dumont realmente sabe o que está falando? Ele dá curso? Curso onde? Não entendi por que ele foi tão agressivo com o Girelli. É verdade que ele só usa hexágono externo e cilíndrico? Sério?
        Cuidado com essas figuras que dizem serem donos de curso, muito cuidado.

        • Alberto Santos Dummont

          E qual é o problema do implante de paredes paralelas e hexágono externo?

          Não sou só eu que uso, não.

          Carlos Aparício, Dennis Tarnow, Franck Renouard, Paulo Maló, Roland Glauser, Tiziano Testori, M Semeone,
          Bo Rangert, T Albrektsson, Lars Senerby…etc, etc, etc….

          Mas não se preocupem. Nós somos todos uns retardados, e imaginem! Damos cursos!!

          Mas lógico que em cursos, falamos de tudo, principalmente planejamento, anatomia, tipos de implantes, conexões, etc, ou seja : tudo.

          Mas em minha clínica diária, uso sistema Branemarck ou Speedy. E pergunto mais uma vez: QUAL O PROBLEMA?

          Amigo, NINGUÉM me chama de bobão e fica sem resposta.

          Eu, por mim, vou continuar colocando meus implantezinhos de paredes paralelas, e torcendo pelo Palmeiras. Mas há quem goste do Corinthians, São Paulo, e até do Edir Macedo.

          E eu respeito.

          Mas não respeito nenhum ignorante que não sabe do que fala e que me chama de bobão e me manda aos desfiles de moda.

          Fica bem.

  11. >Descobri agora este blog e na qualidade de cliente informado e a trabalhar profissionalmente em tecnologias de ponta onde não pode haver falhas (aeronáutica), venho colocar uma questão que envolve preço/qualidade/oportunidade.

    Estando a necessitar de uma profunda reabilitação oral e dando de barato que a qualidade destes profissionais portugueses e brasileiros é idêntica, seria de considerar uma viagem, por exemplo a S. Paulo, para esse efeito, ficando a coisa, tudo incluído, por um preço e qualidade equivalentes?

    nuvem-alta@sapo.pt

  12. Acho que o sr. Santos Dummont bombardiou, sem dó, o sr. Girelli…

    • Alberto Santos Dummont

      Léo.

      Eu não sou assim, e o J.V. me conhece muito bem. Sou muito pacato e bonachão.

      Mas tenho brios , e ninguém fala comigo da maneira que o exmo colega crítico de moda falou, sem receber a resposta devida, sem baixarias, com respeito, mas mostrando que não é com o umbigo dele que ele está falando.

      Peço desculpas se feri a susceptibilidade de algum colega ou leitor.
      Não foi minha intenção.

      Fica bem.

      Alberto Santos Dummont

      • olivio girelli

        Você só não falou quanto a Nobel te paga por mês, já que gosta tanto de divulgar valores. Não se iluda Santos Dumont, não se iluda. Não foram seus brios que sofreram e sim sua conciência. É duro ouvir a verdade… é duro. Você é patrocinado pela Nobel.

        • Alberto Santos Dummont

          E qual é o problema do implante de paredes paralelas e hexágono externo?

          Não sou só eu que uso, não.

          Carlos Aparício, Dennis Tarnow, Franck Renouard, Paulo Maló, Roland Glauser, Tiziano Testori, M Semeone,
          Bo Rangert, T Albrektsson, Lars Senerby…etc, etc, etc….

          Mas não se preocupem. Nós somos todos uns retardados, e imaginem! Damos cursos!!

          Amigo, NINGUÉM me chama de bobão e fica sem resposta.

          Eu, por mim, vou continuar colocando meus implantezinhos de paredes paralelas, e torcendo pelo Palmeiras. Mas há quem goste do Corinthians, São Paulo, e até do Edir Macedo.

          E eu respeito.

          Mas não respeito nenhum ignorante que não sabe do que fala e que me chama de bobão e me manda aos desfiles de moda.

          Fica bem.

        • Alberto Santos Dummont

          Eu? Patrocinado pela Nobel?

          Quem me dera honorável, quem me dera!!

          Nem o Paulo Maló, que coloca mais de 6 mil implantes por ano é patrocinado pela Nobel!!

          Até ele tem que pagar pelos implantes.

          Não existe essa coisa de compre 100 e leve 300 de graça…

  13. Gigi e 14Bis
    Quando seus implantes falharem lembrem-se que eu fabrico ótimos aparelhos removíveis. Não se acanhem..isso acontece.

    • Alberto Santos Dummont

      Manda aí sua tabela de preços!

      Mas vai demorar bastante para precisar dos seus serviços, hein?

      Aí uns 20 anos….

      Você segura a tabela ?

      Boa disposição e boa brincadeira é legal.

      Abração.

  14. Quantos dentistas ( em Purrtugal) sao necessarios para instalar 1 implante?

    R–2 ! ( 1 pra segurar o implante e outro pra girar a cabeça do paciente)

    • Alberto Santos Dummont

      E o Paulo Maló tem 6 mil empregados! Um empregado para girar a cabeça do paciente por cada implante que ele coloca num ano!! Eh,eh,eh!

    • Pacificador, morri de rir, mentalizei a cena :D :D

  15. Girelli, conheço o Alberto pessoalmente, é mais do que um irmão. Não faço implantes e não tenho categoria como vocês dois para opinar sobre o assunto. Uma das intenções deste blog, embora o carater ligeiro com que aborda a Odontologia, é acrescentar conhecimentos à todos, como você demonstrou ter. A discussão estava fugindo um pouco ao que é a filosofia deste espaço, vou fechar os comentários deste post, mas gostaria de te convidar a escrever um texto sobre o assunto para ser publicado no blog. Se quiser me contactar meu email é cirurgiaodentista[@]gmail.com

    Abs aos dois.

Scroll To Top